Vôos low fare sem pegadinhas

Viajar pela Europa pagando apenas 1? É isso que prometem as empresas que ficaram conhecidas no exterior como low fare, ou seja, de baixo custo. As promoções são para lá de atraentes, mas é bom ficar esperto com algumas pegadinhas pelo caminho. Assim, você realmente poderá fazer uma viagem barata - e sem surpresas desagradáveis. A primeira coisa a saber é que os vôos nunca saem com o atraente preço prometido. Há uma infinidade de taxas: bagagem (mesmo a que não é despachada), seguro e até, em alguns casos, para pagar com cartão de crédito. Por isso, certifique-se do preço final antes de fazer negócio: algumas vezes, é possível encontrar passagens pelo mesmo preço - ou até mais baratas - em grandes companhias. Com a vantagem de viajar em poltronas que reclinam e não ter de se preocupar em descer em um aeroporto longínquo. Sim, porque as low fare costumam parar em aeroportos secundários ou terminais distantes. Pesquise exatamente onde você terá de descer. Assim, você não vai passar pelo desgosto de gastar mais com táxi do que com a passagem aérea. Quem tem horários e dias da semana flexíveis para viajar sai na frente na corrida por boas ofertas. Além disso, é preciso pesquisar, e muito, na frente do computador. Foi o que fez em 2007 a farmacêutica Caroline Zanoni Cardoso, de 33 anos. ''Minha irmã estava morando em Dublin, na Irlanda. Fui para lá encontrá-la e viajamos toda a Europa assim'', conta. ''Ela pesquisava tudo e reservava para nós duas quando encontrava a melhor oferta. Conseguimos um vôo Dublin-Londres por apenas US$ 10.'' Apesar da falta de comida a bordo e do desconforto das aeronaves, Caroline acredita que valeu a pena. ''Os gastos com transporte eram muito altos na Europa e essas passagens ajudaram muito na economia.'' Ryanair (www.ryanair.com), Aer Lingus (www.aerlingus.com), EasyJet (www.easyjet.com) e Smart Wings (www.smartwings.com) foram algumas das empresas utilizadas pelas irmãs na Europa. ''A Smart Wings foi a melhor delas'', recomenda Caroline. Além dessas, quem quer voar barato conta com a espanhola Vuelling (www.vuelling.com), a americana JetBlue (www.jetblue.com) e a Virgin (www.virgin.com), do Reino Unido. Alguns sites, como o www.skyscanner.net, ajudam o internauta a pesquisar os vôos com as melhores ofertas - já com as taxas calculadas.

O Estado de S.Paulo

17 Junho 2008 | 02h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.