Fernando Victorino @ComoViaja
Fernando Victorino @ComoViaja
PUBLICIDADE

Dias em família em Olímpia, com parque aquático e hotel no Hot Beach

Piscinas de águas termais e comodidade de estar hospedado diante das atrações compensam a distância de 440 km da capital paulista

Nathalia Molina, Especial para o Estadão

06 de fevereiro de 2022 | 08h00

Da varanda da suíte, ficou difícil distinguir num primeiro momento o que era parque aquático do que era piscina do hotel. Manchas de azul apareciam na visão que eu tinha do 10º andar do Hot Beach Resort, em Olímpia. Quando desci para me divertir, entendi. O hotel é tão colado ao Hot Beach Olímpia, parque aquático do mesmo grupo, que parece uma extensão.

Águas termais e atividades de sobra para todas as faixas etárias estão praticamente à distância de um elevador. Já Olímpia, no interior paulista, fica a cerca de 440 quilômetros de São Paulo. Um trajeto longo, percorrido em estradas de boa qualidade. Mas, ainda assim, puxado. Para valer a empreitada saindo da capital paulista, fique uns quatro dias. É tempo suficiente para você se desligar do caminho até lá e aproveitar as atrações do parque aquático.

Uma ida até lá cai bem em viagens multigeracionais, uma das tendências apontadas por especialistas neste momento da pandemia, em que muita gente já está vacinada no Brasil. O complexo Hot Beach Parque & Resorts é indicado para dias em família com conforto e diversão, na companhia de netinhos e vovós. A estrutura como um todo favorece a convivência das diferentes faixas etárias. Os muitos espaços planos contribuem no deslocamento de idosos. Crianças de todas as idades encontram brincadeiras e atrações tanto no parque aquático quanto no hotel.

A praticidade não está apenas na proximidade com o parque aquático. No check-in, cada hóspede ganha uma pulseira de borracha com um chip. Basta aproximar o pulso da porta do quarto para ela abrir. O mesmo vale na hora de pagar o que se compra no parque. Por dia, cada pessoa tem um teto de gastos de R$ 1 mil. Independentemente do valor que se pretende desembolsar na viagem, uma forma de acompanhar as despesas é juntar as notinhas recebidas a cada pagamento ou pedir um extrato na recepção.

As crianças maiores adoram a liberdade de poder consumir sem precisar chamar os pais para pagar o tempo todo. Vale combinar antes o que está liberado para a meninada pegar. No caso do nosso filho de 12 anos, a lista incluiu pipoca, suco, água e sorvete.

Durante o verão, quando abre também às segundas, o Hot Beach Olímpia funciona todos os dias, das 9 às 17 horas. Mesmo antes do início do expediente, as pessoas costumam fazer fila perto do ponto de passagem do hotel para o parque. Tudo para não perder um minuto na hora em que a entrada estiver liberada, para garantir uma sombra no lugar predileto. Muita gente disputa as mesas e as cadeiras próximas das piscinas infantis.

Hot Beach Olímpia e suas atrações

Cadeiras e espreguiçadeiras passam boa parte do tempo ocupadas por toalhas e bolsas. Enquanto isso, o que se vê é um vaivém de gente molhada ou andando ao encontro da água morna, presente em todas as atrações do Hot Beach. Bebês e crianças de até 5 anos se encantam e se encontram nas fontes que jorram do chão, nos pequenos toboáguas ou no rasinho da piscina onde dois baldes gigantes despejam uma cortina d’água várias vezes por minuto.

As curvas que imitam o calçadão de Copacabana conduzem o público até a praia artificial do resort. As músicas que são sucessos no momento são a trilha sonora no parque, além de forró e MPB. Coqueiros e quiosques de sapé fornecem a sombra necessária aos que aguardam pelo chamado de uma sirene. Quando ela toca, a piscina em frente é sacudida por ondas de todos os lados, para delírio dos banhistas.

No canto oposto do parque, é preciso disposição para subir os degraus que levam ao Irado, toboágua com quatro opções de descida. Dá para chegar lá embaixo com ou sem ajuda de boia. Muitos frequentadores experimentam uma forma de cada, no mínimo. Já a escadaria que conduz ao Poty Pipe é menor, porém a descida em boia dupla afugenta quem considera a rampa em forma de U íngreme demais. É desistir ou gritar (palavrões são aceitos).

O Ebaaa River é o avesso da radicalidade. No rio lento pode haver correria de alguns para pegar uma boia, mas quase nenhuma pressa para sair dela. Compreensível, já que o percurso impulsionado pela correnteza artificial é um convite à preguiça.

E cabe um pouco de mordomia nessa brincadeira toda. É possível alugar bangalôs com mobiliário de piscina. Alguns deles ficam, por exemplo, no espaço Heineken, inaugurado no fim de 2021. O parque vem investindo em parcerias com marcas para desenvolver áreas temáticas, como o lounge da vinícola Santa Carolina.

Complexo com parque aquático e resorts

Inaugurado em 2017, o parque aquático é parte do complexo Hot Beach Parque & Resorts, do Grupo Ferrasa, e está incluído no projeto de expansão da empresa, que planeja crescimento de 30%, em área e capacidade de público.

A companhia de Olímpia, com 40 anos de existência, entrou no mercado hoteleiro em 2003, com o Thermas Park Resort & Spa, acomodação em estilo boutique, com apenas 48 quartos. Desde 2015, quando inaugurou o Celebration Resort Olímpia, de 264 apartamentos, fincou de vez o pé na hotelaria. Em 2018, abriu o Hot Beach Resort, com 464 quartos.

No ano passado, com a inauguração do Hot Beach Suites (442 acomodações), o Grupo Ferrasa entrou para o negócio de multipropriedade, no qual se pode comprar uma fração de uma unidade. A empresa já tem outro empreendimento no mesmo sistema previsto para 2023, o Hot Beach You, com 800 apartamentos.

Em todos os hotéis do grupo, a diária inclui a entrada no parque aquático Hot Beach Olímpia. A diferença de se hospedar no Hot Beach Resort é a comodidade de estar realmente colado às atrações – a diária lá custa a partir de R$ 785, em apartamento com uma cama king size ou com duas camas queen.

No fim do dia, o movimento do parque vai diminuindo e o burburinho na piscina quentinha do Hot Beach Resort aumenta. A equipe de recreação entretém a garotada nessa área durante umas duas horas. Os adultos curtem os bares e as espreguiçadeiras no entorno. Quando a noite cai de fato e a iluminação azulada toma conta do espaço ao ar livre, ainda é possível aproveitar a água termal ali até as 22 horas.

A estrutura de lazer do Hot Beach Resort inclui ainda uma brinquedoteca para as crianças pequeninas e um salão de jogos para os maiores. Academia e restaurantes também ficam no térreo perto da recepção. Ali, uma lojinha vende tanto roupa de banho quanto souvenir. Ainda quebra o galho de quem esqueceu o protetor solar ou a camiseta com proteção UV. Dentro do parque também há um ponto de venda assim.

A suíte Premier Família, a categoria em que ficamos nós três, conta com varanda, duas camas queen size, closet espaçoso, banheiro com duas pias (interna e externa), ar-condicionado split e frigobar vazio (aguardando garrafas e lanchinhos que você possa querer levar para a viagem; lembre-se de que não é permitido entrar com alimentos e bebidas no parque aquático).

Refeições no hotel e no parque

Todas as refeições do hotel são servidas em sistema de buffet. Na chegada, uma segunda pulseira, de papel, é posta no braço do hóspede, para identificar o tipo de pacote comprado. Pode ser com café da manhã, meia-pensão ou pensão completa. As bebidas (alcoólicas ou não) são sempre pagas separadamente.

A maior parte das pessoas fica com a meia-pensão, deixando para beliscar nos quiosques e nas lanchonetes do parque aquático durante o dia. Dessa forma, sobra mais tempo para curtir as piscinas. Para evitar aglomerações, o horário do café da manhã e do jantar no hotel também é escolhido na check-in.

Considerando o tamanho do Hot Beach Resort e a quantidade de comida que tem de ser preparada e servida, a qualidade e a variedade são surpreendentes. Ainda assim, quem preferir à la carte encontra um restaurante japonês, com pratos pagos separadamente, já que não estão incluídos no preço da diária.

O café da manhã é farto e variado, com grande mesa de pães e bolos, além de frios, iogurtes, geleias, ovos mexidos e bacon. Há opções de bebidas quentes – por exemplo, espresso e cappuccino – preparadas em máquinas automáticas e também um café coado disponível numa garrafa no buffet.

Os jantares no Hot Beach Resort podem ser temáticos, por exemplo, de culinária italiana ou oriental. Mas o buffet oferece todo dia alimentos que agradam a muitos, como carnes grelhadas, sopas, massas e batatas fritas. As opções também costumam contemplar veganos e pessoas com intolerância a glúten ou lactose. Guarde espaço para a sobremesa. Essa parte do buffet forma fila de gente para molhar morangos na cascata de chocolate ou provar um pedaço de quindim ou pudim.

Se a diária for com pensão completa, o almoço no restaurante não exige reserva de horário. O espaço não é disputado como nas outras refeições porque muita gente opta por comprar a hospedagem com direito a meia pensão, comendo no hotel apenas pela manhã e à noite. Durante o dia, o tempo é gasto no parque e a fome também é resolvida por lá.

Tem de restaurantes a bares com porções de petiscos e lanchonetes com combos de sanduíches. Para beber, os alcoólicos incluem caipirinha de vodka Absolut e cerveja em lata Eisenbahn. Água e mate com limão estavam mega gelados nas máquinas automáticas. De sobremesa, sorvete soa perfeito com sol e piscina.

Tudo o que sabemos sobre:
turismohotelOlímpia [SP]criança

Encontrou algum erro? Entre em contato

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.