Adalberto Roque|AFP
Adalberto Roque|AFP

Cuba entra de vez na rota dos cruzeiros

Primeiro navio vindo dos Estados Unidos aportou em Havana pela primeira vez em mais de 50 anos - e já há outras opções para navegar pela ilha

Mônica Nobrega, O Estado de S.Paulo

10 Maio 2016 | 02h58

Em mais um passo no processo de reaproximação entre os dois países, Cuba recebeu na semana passada o primeiro cruzeiro vindo dos Estados Unidos em mais de 50 anos. Foi um momento histórico, depois de cinco décadas de relações diplomáticas cortadas e barreiras quase intransponíveis às viagens dos cidadãos de um país ao outro. O fato foi amplamente noticiado, e acabou deixando muita gente com vontade de navegar em águas cubanas. 

Para brasileiros, há uma novidade: a MSC colocará à venda nos próximos dias no site msccruzeiros.com.br um pacote que inclui o aéreo de São Paulo até Havana (pela Copa Airlines) e o cruzeiro de 7 noites no navio Opera. As paradas serão na Jamaica, nas Ilhas Cayman e em Cozumel, e o preço, a partir de R$ 3.929 por pessoa.

Leia mais: Entenda o impacto do aumento do IOF na compra de moeda forte para viajar

A MSC foi a primeira grande armadora a operar cruzeiros regulares a partir de Havana. Em razão da boa procura na primeira temporada, de dezembro de 2015 a abril, a empresa levará dois navios à ilha na próxima temporada (o outro é o Armonia), de 22 de novembro próxima a 8 de abril de 2017. 

Outra opção é o veleiro Star Flyer, da companhia Star Clippers, que comporta até 170 passageiros e fará saídas em janeiro e fevereiro de 2017, com 7 a 14 noites de duração e paradas em seis portos, todos cubanos; algumas saídas incluirão Cayman e St. Maarten. Desde US$ 3.260, à venda no Brasil pela Qualitours.

Miami. Faz questão de navegar no novo cruzeiro Miami-Cuba? O navio Adonia, da empresa Fathom (que pertence à gigante Carnival Cruises) fará duas viagens por mês à ilha. Até 13 de novembro, há 14 saídas à venda, desde US$ 2.320 por pessoa (compre aqui). O cruzeiro é de médio porte, leva 700 passageiros e se define como um intercâmbio cultural; passeios em Havana, Cienfuegos e Santiago de Cuba estão incluídos. 

Leia mais: Três roteiros em Los Angeles: cinematográfico, descolado e para quem quer economizar

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.